Bio Caldo - Quit Alimentos

Escolas e creches públicas recebem a Caravana de histórias


Projeto leva contadores de histórias carregados de sorrisos, afeto e magia


Começa em Taguatinga, nesta terça (26), às 8h, na Escola Classe 08 (EC 08- QNG 12, AE 14 Taguatinga Norte),a Circulação do Projeto Caravana de Histórias. Os contadores de histórias Mônica Papa e William Reis, com participação especial de André 14 Voltas e Maristela Papa, farão apresentações inesquecíveis. Já à tarde, serão realizadas mais duas contações: às 13h30, no Centro de Educação Infantil 04 (Q. CNA 1 /2 AE PC DO DI,  Taguatinga Norte), e depois, às 16h, novamente, na EC 08 (confira abaixo a programação). Esta é a 13ª edição do projeto que fará a circulação de apresentações de contadores de histórias em diversos espaços.

O lançamento oficial foi dado no Gama, em dezembro passado. A iniciativa continua agora em escolas e creches públicas de Taguatinga e Ceilândia. O projeto, idealizado pela Associação Amigos das Histórias, realizado pela Cia. Voar é executado por meio de um Termo de Fomento da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do DF. Informações no Instagram @voarteatrodeboneco e Facebook @voarteatrodebonecos1


Um dos idealizadores do projeto, William Reis, afirma que cada vez que as histórias encontram o coração de alguém, algo de mágico acontece. "Tenho certeza do impacto na vida das pessoas, em especial das crianças e dos jovens, quando os fazemos viajar para mundos imaginários e de forma muito rápida. A oralidade acompanha o homem desde os primórdios e, por isso, o seu efeito nos enche de esperança e sonho", diz.



William diz carregar consigo grandes lembranças de suas apresentações. "De vez em quando nos apresentamos em lugares em que as crianças possuem realidades muito difíceis. Aqui e ali, ajudamos alguém que passa fome. E perceber isso à sua frente, e ainda conseguir fazê-los sorrir não tem preço. Levo muitos casos desses comigo e lembro de cada rostinho", revela emocionado.

O contador de histórias explica que os alunos também sentem o impacto da diminuição da interação olho no olho com os colegas, principalmente depois da pandemia e do uso exacerbado da tecnologia.

"Somos mediadores de leitura, por isso, levaremos o encantamento e o afeto da palavra contada e valorização a arte de ouvir e contar histórias de maneira lúdica e diferenciada", finaliza William.

Próximas apresentações

1º. de abril - segunda-feira
08h e 16h - CEI 03 de Taguatinga
10h30 e 13h30- EC 13, de Ceilândia

2 de abril - terça-feira
08h e 16h - CEI 02 de Taguatinga
10h30 e 13h30- - CEI 05 de Taguatinga

6 de abril - sábado
10h30- EC 19, de Ceilândia

8 de abril - segunda-feira
10h30 e 13h30 - CEI 01 de Taguatinga

9 de abril - terça-feira
13h30- EC 17 de Ceilândia
16h- CEI 6 de Taguatinga

10 de abril - quarta-feira
10h30 e 13h30 - EC 38 de Ceilândia

12 de abril - sexta-feira
15h30- Creche Beija Flor (QNB 15 ÁREA ESPECIAL 04 BLOCO B – AVENIDA SAMDÚ NORTE –TAGUATINGA)

16 de abril - terça-feira
14h - Creche Flor de Pequi ( St. P QNP 15 Conj. I - Ceilândia)

Caravana de Histórias- O projeto Caravana de Histórias trata-se de 22 apresentações diferenciadas com a presença de renomados contadores de histórias de Brasília que se apresentam em escolas públicas e creches da rede pública É uma idealização da Associação Amigos das Histórias. A iniciativa vem acontecendo anualmente, firmando um espaço para favorecer a circulação dos contadores de histórias no Centro Oeste, colocando assim Brasília como uma nova referência cultural que fortalecem verdadeiramente a cadeia mediadora, assim como os projetos que incentivem a leitura e o livro.

Acessibilidade- Em atendimento a Lei Distrital nº 6.858 de 27 de maio de 2021, haverá no momento do evento audiodescrição à disposição com narrador e equipamento com fones de ouvido. Haverá também intérpretes em LIBRAS em quatro apresentações.

Associação Amigos das Histórias - a entidade nasceu do encontro entre William Reis, fundador e atual presidente da entidade, e Maristela Papa que na época já era contadora de histórias. O interesse comum levou à ideia de convocar outros contadores e se organizarem e desde então a Associação Amigos das Histórias vem, ao longo dos seus 21 anos de atuação, promovendo saraus, mostras, maratonas, oficinas e mesas de debates sobre a narração de histórias e o reconhecimento da profissão. Desde 2010 a Associação Amigos das Histórias realiza em Brasília, um Encontro em comemoração ao Dia Internacional do Contador de Histórias.

Cia Voar -A companhia teve sua fundação em 2003, no Gama (DF). Em 2012, com nove anos de trabalho, conseguiu conquistar a honra de ter se apresentado em todos os estados brasileiros, uma meta atingida por meio de participações em importantes festivais e projetos de circulação. O grupo foi convidado para se apresentar na Espanha, México e Chile. Recebeu prêmios de melhor espetáculo infantil pelo júri popular no Festival de Teatro de Americana (SP,) melhor direção e ator no Festival de Teatro de (Guaçuí) ES, sempre julgado por profissionais de notório saber. Criou e produziu os festivais: Festa Latina de Bonequeiros e Brincantes de Águas lindas de Goiás, Gama FESTINECO Festival de teatro de bonecos do Gama, FESTIBRA Festival de Teatro para Infância de Brasília, Festival ESPETACULIM pequenos espetáculos de grande qualidade. Fundou o Ponto de Cultura Rede de Ação cultural Gama, concebeu o projeto Viveiro Cultural com oficinas culturais e meio ambiente para mais de 500 estudantes.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem