Bio Caldo - Quit Alimentos

Polícia Científica de Goiás é equipada com coletes balísticos

Está é a primeira compra feita efetivamente pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica de Goiás com investimento superior a R$1 milhão (Foto: Magno Leão)
Está é a primeira compra feita efetivamente pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica de Goiás com investimento superior a R$1 milhão (Foto: Magno Leão)

Avanço na segurança: Polícia Científica recebe investimento em equipamentos de proteção


Por Kattia Barreto - Agência Cora Coralina

O Governo de Goiás, através da Secretaria da Segurança Pública e da Superintendência de Polícia Técnico-Científica de Goiás, realizou na manhã desta sexta-feira (26/01), a entrega de 519 coletes balísticos para os integrantes da Polícia Científica.

A solenidade foi no auditório da SSP-GO com presença dos comandantes das Forças de Segurança e seus representantes. O investimento no equipamento de proteção foi de R$ 1.130.502.

Com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública, esta é a primeira compra feita efetivamente pela SPTC-GO, uma vez que os coletes anteriormente utilizados haviam sido doados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Coletes balísticos

Os coletes são equipamentos de segurança e proteção individual e ajudam a absorver o impacto e reduzir ou impedir a penetração no corpo de projéteis de armas de fogo e estilhaços de explosões.

Durante a cerimônia, o secretário de Segurança Pública, Renato Brum, ressaltou a importância do trabalho da Polícia Científica.

"O trabalho que tem sido feito é tão eficiente e tão eficaz que é impossível não dar a devida deferência", disse. "Hoje aqui, neste evento, a gente mostra que estamos avançando em questão de armamento, equipamento. A Polícia Científica tem outras demandas que estamos buscando as devidas melhorias. Estamos mostrando um bom trabalho e vamos continuar com muita tranquilidade", complementou.

O superintendente Ricardo Matos enfatizou o papel da Polícia Científica.

"Hoje, quando a gente traz 519 coletes balísticos, estamos investindo em recursos humanos. São equipamentos que visam a proteção do servidor. Vocês trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana, nos 246 municípios do estado, em ocorrências tranquilas até as mais problemáticas. Estamos garantindo, portanto, segurança ao servidor, aos peritos em locais de crime, é fundamental, pois atuam onde está o autor", disse.

O superintendente adiantou também, durante discurso, que será entregue em breve o uniforme completo aos servidores. "Também, pela primeira vez na história da Polícia Científica,  teremos coturno, calça tática e camiseta fornecidos pela instituição", finalizou.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem