Bio Caldo - Quit Alimentos

Neoenergia supera marca de R$ 750 milhões em investimentos



Neoenergia revoluciona infraestrutura energética com investimento que supera 10 anos da CEB em Brasília em apenas 2

Em um período pouco superior a dois anos desde a concessão, a Neoenergia surpreende ao direcionar vultosos R$ 750 milhões em melhorias, representando um incremento de 20% na qualidade da energia. Comparativamente, a antiga gestora, CEB Distribuição, demandou uma década para atingir esse mesmo patamar. Esses números impressionantes refletem diretamente nos indicadores de qualidade da energia.

Após a transição para a Neoenergia, observou-se uma notável redução de 21% no tempo de interrupções de energia em todo o Distrito Federal, acompanhada por uma diminuição de 22% na quantidade de interrupções durante o mesmo período. Tais métricas são publicamente disponíveis, minuciosamente apuradas e auditadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), acessíveis no portal da Agência Reguladora.

Vale ressaltar que a CEB Ipes mantém sua incumbência no serviço de iluminação pública na capital do país.

Transformação com a Neoenergia

Além disso, outros dados expressivos reforçam a transformação proporcionada pela Neoenergia, destacando-se a capacidade de regularização de novos clientes.

Desde a assunção da concessão pela Neoenergia, aproximadamente 37 mil novas famílias desfrutam de uma cidadania reforçada, garantindo energia regularizada em suas residências e um comprovante de endereço por meio do Energia Cidadã, alinhado ao Programa Energia Legal do GDF.

Outro ponto notável é o aumento expressivo no número de beneficiários da Tarifa Social. Antes da gestão pela Neoenergia, eram registrados 13 mil cadastrados; atualmente, mais de 100 mil novas famílias de baixa renda usufruem de até 65% de desconto na conta de luz.

A empresa também se destaca por seus investimentos sociais, sendo o Instituto Neoenergia responsável por distribuir cerca de R$ 6 milhões para instituições sem fins lucrativos. Principalmente, esses recursos são destinados a projetos sociais e culturais para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Por fim, ressalta-se a iniciativa de capacitar e contratar mulheres para atuarem como eletricistas, contrariando a predominância masculina na profissão. A distribuidora já capacitou e contratou aproximadamente 150 mulheres, contribuindo para diversificar o quadro de colaboradores.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem